Pesquisar este blog

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Use o marketing pessoal para 'turbinar' sua vida profissional em 2009

Cuidar bem da imagem no trabalho pode trazer benefícios profissionais.

Ligia Guimarães
Do G1, em São Paulo (texto completo)

"É muito importante o marketing pessoal. As pessoas, em geral, são contratadas pelo conhecimento técnico e demitidas pelo comportamento", diz o presidente da Curriculum.com.br, Marcelo Abrileri.

Seja natural

Para consultora de RH da Catho, promover o trabalho não requer necessariamente uma atitude totalmente expansiva ou de "narrar" cada ato realizado durante o dia de trabalho que todos os colegas ouçam.

"Não precisa forçar nenhuma atitude, a pessoa tem que desenvolver o estilo dela de apresentar suas idéias. Se for mais serena, mais tranqüila, pode se sentir melhor escrevendo do que falando, por exemplo", diz Rosemary.

"O que ela não pode é ficar no cantinho dela fazendo só coisas que não aparecem. Mas não se pode atropelar ninguém, tem que ser ético", explica.

Seja sutil


"Dizem que hoje a gente come ovo de galinha porque a galinha cacareja quando põe um ovo. A pata também bota ovo, mas é mais discreta", ensina Marcelo Abrileri. A linha entre a promoção do trabalho e a arrogância, no trabalho, é tênue.

"Tem que ser feita com cuidado, de mandeira sutil. Cuidar para não ser exibida, arrogante: pode gerar antipatia", diz.

Seja melhor


Invista e trabalhe para poder aperfeiçoar continuamente o produto que vai trazer mais benefícios e prosperidade para sua vida profissional: você.

"Não adianta ser você mesmo e mostrar o seu interior se ele for ruim. Seja bom, e depois seja natural", diz Abrileri.

Seja social


Eventos da empresa, festas de aniversários e até "happy hours" com os colegas são ótimas oportunidades de se tornar conhecido e divulgar suas idéias corporativas.

"Essas situações informais são importantes para a pessoa trocar idéias, se mostrar, para as pessoas a conhecerem", diz.

Seja profissional


No trabalho, o funcionário é observado quase que em tempo integral. Por isso, saber diferenciar o que cabe e o que não cabe para o dia-a-dia pode ser valioso para quem quer crescer profissionalmente.

"Falar de assuntos pessoais no celular no trabalho é ruim; acessar muitos e-mails pessoais e comentar; usar e-mail do trabalho para brincar com os colegas; ir de bermuda na sexta-feira porque é 'casual day'; tudo isso é perigoso e deve ser evitado", explica Rosemary.

Nenhum comentário: