Pesquisar este blog

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Levantando a moral...


Viagra poderá ajudar o Grêmio na Libertadores

Do correspondente Valter Junior

Porto Alegre (RS) - A altitude será uma adversária incômoda do Grêmio na Libertadores. Podem ser até três partidas jogando nas alturas. Duas já são certas, contra o Aurora, da Bolívia, nos 2,5 mil metros acima do nível do mar de Cochabamba, e outra será em Tunja, na Colômbia, diante do Boyacá Chicó, com 2,8 mil metros.

O Tricolor ainda espera a definição de mais um oponente, que sairá do confronto entre o Pachuca, do México, e o Universidad do Chile. Caso os mexicanos avancem, novamente a altitude estará presente.

Para tentar amenizar os efeitos do ar rarefeito, o departamento médico gremista analisa a utilização do Viagra. O famoso comprimido azul tem como objetivo tratar a disfunção erétil no homem. Isso é conseguido através de uma maior circulação de sangue no corpo. É esse maior volume de sangue circulando, gerando uma oxigenação maior do organismo, que pode fazer com que a altitude seja sentida com maior amenidade.

“Tudo aquilo que é novo e possa beneficiar os atletas na altitude será analisado. Vamos buscar um trabalho científico para embasar o uso do Viagra ou não. Isso será discutido no departamento médico. Se houver esse trabalho confirmando os benefícios e a comissão técnica aceitar, ele pode ser usado”, explicou o médico gremista Alarico Endres.

Apesar de especialistas cogitarem a possibilidade de incluir o Viagra na lista de substâncias proibidas da Agência Mundial Antidoping (WADA), o medicamento, até o momento, não consta como composto ilícito.

Fonte: Gazeta Esportiva.

Nenhum comentário: