Pesquisar este blog

domingo, 20 de julho de 2008

" Saudade de Minha terra"

Tadeu Pereira

O homem, longe da sua terra, vive em um entrecruzamento marcado pela saudade dos tempos de outrora e a realidade “atual” a ser desbravada. As lembranças de uma terra reveladora da hospitalidade de sua gente, do acolhimento travestido nas trocas de experiências, do contanto humano no viver a cidade que se dá por meio da simplicidade, da percepção de grandeza da vida, que valorizam tais valores, são legados ao esquecimento na mesma velocidade sócio-temporal em que se vive nas grandes cidades.

Longe de sua terra, o homem se vê entre a saudade desta e a busca por melhores condições de sobrevivência. O retorno ao lar, à simplicidade da vida, lhe causa medo, assombro, a não possibilidade de sonhar, na medida em que não há com o que sonhar em uma terra sem expectativa de sonhos. Por outro lado, diante dessa grande selva de pedra, entre o ir e vir do lar ao trabalho, do trabalho ao lar, o homem vai transformando o seu jeito de pensar, o seu olhar sobre a vida na busca por um sentido. Diante disto nos perguntamos: em que consiste o percurso errante dos filhos dos "Vales", que numa terra de riquezas vivem na pobreza?

Fonte: Diário do Jequi.

Nenhum comentário: