Pesquisar este blog

terça-feira, 23 de junho de 2009

Guerra dos (i)Mundos

Após Record assediar Gugu, SBT contra-ataca

Por Redação Yahoo! Notícias

Silvio Santos mostrou aos bispos da Record que não está para brincadeira. Ao tirar Eliana e Roberto Justus da emissora de "A Fazenda", o dono do Baú colocou fogo na briga das TVs pela vice-liderança de audiência.

Na última semana ambas as emissoras se mostraram dispostas a gastar o que tiverem para tentar chegar mais perto da toda poderosa Rede Globo. O apresentador de "O Aprendiz" assinou contrato de quatro anos com o SBT na última sexta-feira para comandar um game show semanal no canal. Já Eliana, cria de Silvio, acertou sua volta para a emissora também na sexta e assinou contrato nesta segunda-feira, também de quatro anos.

Tudo começou há duas semanas, com a proposta que a emissora de Edir Macedo fez para o apresentador de maior audiência e faturamento do SBT. Gugu Liberato, que trabalha no SBT há quase 30 anos, ainda não assinou com a Record, mas fortes rumores dão conta de ele está de malas prontas para faturar R$ 3 milhões por mês na emissora do bairro da Barra Funda, onde teria um programa dominical e um talk show, além de participações na Record Internacional.

Com grandes chances de perder Gugu para a Record, Silvio Santos não deixou barato e já deu o troco. E a guerra não para por aí: de acordo com a revista 'Veja', o dono do SBT já assediou também Celso Freitas, âncora do Jornal da Record, e Ana Hickmann, que apresenta o matinal "Hoje em Dia".

Pelo visto, ele não vai parar de atacar a emissora de Edir Macedo: segundo o colunista Ricardo Feltrin, do portal UOL, o dono do SBT está disposto a gastar cerca de R$ 30 milhões mensais com folha de pagamento (sem contar os gastos com multas rescisórias) para bancar a contratação de outros talentos da Record, incluindo atores e profissionais de bastidores, como produtores e figurinistas. Tal notícia foi recebida com estranheza pelos artistas do SBT, pois no ano passado grandes estrelas da casa, como Hebe Camargo, Ratinho e até o próprio Gugu, tiveram seus salários reduzidos. Na época, Sílvio Santos chegou a dizer que a era dos grandes salários havia terminado, mas parece já ter mudado de ideia, uma vez que Eliana agora volta ao SBT ganhando muito mais do que Hebe, por exemplo.

Outra turma que está na mira do dono do SBT é a do "Pânico na TV", atração líder de audiência da Rede TV. Contando que Gugu deve mesmo abandonar o domingo, o dono do SBT quer ter outra carta na manga e já colocou seu departamento jurídico para trabalhar na proposta que será entregue aos humoristas.

Edir Macedo descumpriu acordo de paz com SBT

Há dez anos, Silvio Santos e o bispo Edir Macedo, da Igreja Universal, fizeram um acordo logo após o SBT tirar Ratinho da Record. O bispo não gostou do SBT ter assediado o apresentador durante a vigência do seu contrato e ameaçou retaliar o SBT e avançar sobre o casting concorrente. Foi aí que Silvio Santos conseguiu acordar um armistício com a Record. Silvio foi procurar Macedo pessoalmente, durante um culto na então sede da Universal, no centro de São Paulo. Passou mais de uma hora cercado por fiéis da igreja que eram seus fãs, enquanto ouvia o sermão do bispo. Ao final do culto, Silvio e Macedo acertaram a forma de pagamento da multa do SBT à Record (cerca de R$ 15 milhões em valores atuais) e, desde então, mantinham um simbólico acordo de jamais assediarem aos profissionais alheios durante a vigência de seus contratos. No entanto, a Record teria rompido a trégua ao assediar Gugu Liberato, meses antes do fim de seu contrato com o SBT.

Nenhum comentário: