Pesquisar este blog

terça-feira, 5 de agosto de 2008

Danilo Gentili no Campo de Centeio

Senhoras e senhores leitores deste blog (O Apanhador), é com grande honra que recebemos neste campo de centeio: Ele, que é um dos maiores gênios da televisão brasileira; um dos principais – por que não o principal? – divulgadores e representantes da comédia stand-up no Brasil, um tipo de comedia popular nos EUA, no qual o comediante encara o publico e abusa do improviso e; tornou adorado por milhões de brasileiros o seu grande personagem, o repórter inexperiente, que de inexperiente não tem nada; eu vos apresento... Danilo Gentili!

O Apanhador - Danilo, obrigado desde já pela sua receptividade e por dar essa entrevista ao blog. Pra começar, você já leu O Apanhador no Campo deCenteio?

Danilo - Eu nunca li... mas deve ser triste a historia desse cara do livro, pois ele vive apanhando no campo de centeio...

O Apanhador - Existe algum assunto que você ache que deve ser abordado de maneira séria?
Danilo - O unico assunto que deve ser abordado de maneira séria é o mau trato que o ser humano dá aos animais e a todo ser vivo indefeso. A covardia humana parece nao ter fim. Acho que o ser humano é o unico ser vivo que pisa no menor sem ser por sobrevivencia, apenas pra conquistar o supérfluo. Acho que esse é o unico assunto que deve ser levado a serio. Todos os outros assuntos que os humanos inventaram como politica, religiao, cultura, nao passam de meras piadas... e muitas de mal gosto...

O Apanhador - Como você se comportava -ou não- na escola?
Danilo - Me comportava mal. Sem exagero nenhum, a média era que eu ia pra diretora 1 ou 2 vezes por semana. Ja fui expulso... ja cai do telhado da escola. Ele arrebentou comigo, eu cai no meio do pátio na hora do recreio e quebrei as duas pernas... Eu desenha durante as aulas o que chamava de "planitos". Eram planos pra fazer merda na escola, assim como o coiote desenha planos pra ferrar o papa-léguas eu desenhava pra ferrar a escola. Com a diferença que os meus planos davam certo... um dia vou publicar um livro só com eles...

O Apanhador - Voce já foi realmente expulso da igreja por um pastor?
Danilo - Na igreja católica fui convidado a me retirar do catecismo. Mas continuei católico. Um dia li a biblia e percebi q jamais poderia continuar sendo católico se quisesse acreditar que a Biblia é a palavra de Deus. Então busquei uma igreja que estivesse mais de acordo. Mas acho que encontrei apenas uma que estava em menos desacordo. Tambem fui convidado por um pastor a me retirar da igreja... e por irmãos a nao pregar mais... Pensei em ser padre..e em ser pastor... acabei virando humorista... pelo menos no fim das contas fiz as pessoas rirem (e não chorarem).

O Apanhador - Qual a historia da sua touca de estimação e qual foi o seu fim?
Danilo - Eu roubei a touca de um amigo meu... o nome dele é Carlos e acho que ele é o desenhista mais talentoso que ja conheci. Eu roubei a touca dele num dia de frio, quando éramos estagiarios (ou melhor, escravos) em um shopping no ABC... mas eu perdi ela no cinema com uma amiga minha... foi triste.. desculpe... não gosto de falar muito sobre o episódio... é doloroso...


O Apanhador - O CQC (Custe o Que Custar – Band, segunda-feira às 22:00h) trouxe àtelevisão brasileira um programa que une inteligência, crítica e comédia e é hoje sucesso absoluto, deixando para trás a má fama que diz que o brasileiro só valoriza o humor banal. Nós, espectadores, sentimos uma incrível harmonia entre a equipe do CQC. E para você, como é trabalhar com caras como o Marcelo Tas, o Rafael Bastos e o Cortez, Oscar Filho, Marco Luque e Felipe Andreoli? O que acha desse projeto, o CQC?
Danilo - Na verdade trabahamos separados. Cada um sai pra rua. Posso dizer que adoro todos os repórteres...Cortez, Oscar, Andreoli... são ótimos, todos ótimos... no fundo acho o trabalho dos repórteres mais dificil do que a bancada...os repórteres viajam... dão a cara a tapa... mas tudo isso seria em vão se a bancada nao fosse competente para nos apresentar... e a bancada seria em vão se o os roteiristas nao fossem ótimos pra escrever para eles aquelas tiradas... e do que adiantaria os roteiristas sem a produção... e a produçao sem a direção? O CQC é um trabalho de uma equipe competente com vontade de fazer um ótimo programa, sem duvida.


O Apanhador - De onde surgiu a idéia do repórter inexperiente?
Danilo - Ele é um quadro do formato do CQC. Lógico, natural que eu fiz ele do meu jeito... Então ele é um pouco meu também... pelo menos no Brasil.

O Apanhador - Qual foi a melhor entrevista do repórter inexperiente e por quê?

Danilo - Uma foi bem diferente da outra, não acho que tenha tido uma melhor..depende do que voce quer ver... quer ver uma mulher puta da vida? Da marcia foi melhor. Quer ver alguém que tentou me ajudar? Quer ver um padre humilde? Tem o padre marcelo...

O Apanhador - E no palco, como você vê as excelentes criticas recebidas pelo seu show Comédia ao Vivo?
Danilo - Olha... eu fico feliz que até o momento eu tenha só recebido criticas positivas pelo trabalho tanto no CQC como no stand-up... porem confesso que temo um dia acharem que sou uma farsa e começarem a meter o pau... eu sou alguém normal... não me acho nada excepcional... e quando leio algum elogio penso: "droga... eles estão sendo enganados, alguém precisa avisá-los...".

O Apanhador - Você se considera tão bom comediante quanto péssimo músico (brincadeira xD)?
Danilo - Ahuuah... Eu me considero um ótimo musico e um péssimo comediante.

O Apanhador - E sobre os seus quadrinhos, já vi alguns pela internet e são realmente bons. Não pretende publicá-los?
Danilo - Eu adoraria publicá-los, mas no momento nao tenho tempo pra me dedicar a isso....

O Apanhador - Quais são os seus proximos projetos e o que você planeja para o seu futuro?
Danilo - O Futuro a Deus pertence... Espero que ele seja bom pra mim como tem sido o presente.

Vlw Danilo!

Entrevista feita pelo Blog O Apanhador no Campo de Centeio.

P.S.: O texto não foi revisado para ser postado neste blog. Segue na íntegra... inclusive com os erros gramaticais.

Nenhum comentário: