Pesquisar este blog

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Kaká quer encerrar carreira no São Paulo e virar pastor

Estadão.com, em 23/11/2008.

Jogador do Milan afirma que tem uma ligação forte com o clube do Morumbi e diz que gosta de estudar a Bíblia

MILÃO - O meia Kaká, do Milan e da seleção brasileira, confessou que pretende encerrar a sua carreira no São Paulo, time que o revelou para o futebol mundial. Em entrevista a revista Época desta semana, o jogador afirmou que pensa em se tornar pastor após largar o futebol.

"Sou muito grato ao São Paulo e tenho uma ligação muito forte com o clube. Por agora, penso em ficar aqui [Europa] um bom tempo. Se no futuro tiver a oportunidade, voltarei a jogar pelo São Paulo", declarou o atleta, de 26 anos.

Kaká disse que ainda não definiu o que fará quando se aposentar, mas admitiu pensar em seguir caminho pela religião. "Quando o jogador está para encerrar a carreira é fundamental começar a pensar no que fazer. As coisas na vida mudam. Quanto a me tornar pastor, amo a Bíblia e gosto de estudar".

"Poder conhecer mais sobre Deus, Jesus, é uma coisa que me fascina. E gosto de dividir com as pessoas o que Deus tem feito na minha vida. Vou me preparar. Quem sabe um dia...", completou o atleta.

Questionado sobre a seleção brasileira e a atuação da equipe sob o comando de Dunga, o meio-campo do Milan defendeu o treinador e disse acreditar no hexa na Copa do Mundo da África do Sul, em 2010. "A atuação do Dunga na seleção tem sido boa até aqui. Falo isso pelos resultados. Ganharam a Copa América em 2007, foram bronze na Olimpíada e estão em segundo nas Eliminatórias".

"Esse grupo tem um grande potencial e pode, sim, conquistar o hexa. Mas, claro, precisa até lá melhorar algumas coisas, ganhar mais experiência. E, conquistando uma série de vitórias, acredito que teremos a credibilidade de volta".

Nenhum comentário: